Artigos - Silvio Dreveck
21600
blog,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.5.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Silvio Dreveck

R$ 10 milhões para São Bento do Sul! Fortalecer os municípios. Esse é o caminho!

Trabalhar para melhorar São Bento do Sul sempre foi um compromisso de Silvio Dreveck. Ainda quando prefeito do município, sua gestão foi reconhecida pelo jornal “O Estado de S. Paulo” como uma das mais eficientes do Brasil, aumentando o índice de qualidade de vida dos são-bentenses da 49ª para a 22ª posição no estado.

Ao longo do mandato de deputado estadual, Dreveck representou o município na Assembleia Legislativa e foi responsável por R$ 10 milhões investidos para melhorar a qualidade de vida em SÃO BENTO DO SUL, além da atuação decisiva para que o Governo do Estado e Governo Federal investissem cerca de R$ 60 milhões no município. Confira algumas conquistas:

Saúde

Foram quase R$ 3 milhões encaminhados para a área da saúde, incluindo reforma completa da ala da maternidade, aquisição de equipamentos, materiais e medicamentos para o Hospital e Maternidade Sagrada Família.

Educação

Participação direta na implantação do Instituto Federal Catarinense, trazendo novas oportunidades para 1.500 alunos. Também teve contribuição decisiva na instalação do Centro de Inovação, da Escola Profissionalizante da Vila São Paulo e na ampliação da UDESC. Mais de R$ 22 milhões em investimentos para a Educação!

Roberto Grant

Garantiu a reforma da EEM Roberto Grant. Foram R$ 5,8 milhões investidos na ampliação e melhorias de acessibilidade e segurança! Um ambiente mais adequado e com melhores condições para o aprendizado.

Cultura

Mais de R$ 90 mil para aquisição de instrumentos musicais e uniformes para bandas e R$ 100 mil para a reforma da escadaria da Igreja Matriz Puríssimo Coração de Maria com a restauração dos painéis de cerâmica que retratam a Via Sacra de acordo com a norma italiana.

Ruas

Mais de R$ 2 milhões para asfaltar e revitalizar ruas municipais, entre elas as ruas Amando Rudnick, Bertha Linzmeyer, João Linzmeyer e passeios da Augusto Wunderwald. Além disso, viabilizou o financiamento de R$ 6,5 milhões do BADESC para a prefeitura investir em pavimentação de diversas ruas.

Rodovia dos Móveis

Contribuição decisiva para revitalização, pavimentação e acessibilidade da SC-418, a Rodovia dos Móveis, somando R$ 30 milhões para melhorias.

Negócios

Mais de R$ 500 mil para empreendimentos que movimentam a economia, o turismo e geram emprego e renda para o município, como a modernização do Condomínio Empresarial, apoio para realização de feiras de negócios e a  reforma da Promosul,

Apoio a entidades sociais

Foram R$ 300 mil para mais de 40 instituições são-bentenses sem fins lucrativos com foco em assistência social, saúde e educação.

Em andamento

R$ 1,9 milhão para construção de uma unidade de Pronto Atendimento,

R$ 500 mil para reforma de escolas municipais

R$ 200 mil para capacitação e formação continuada de professores,

Elaboração do projeto da rotatória de acesso à Avenida dos Imigrantes

Compromisso com São Bento do Sul. Esse é o caminho!

A política só irá melhorar com maior participação de todos

Ao longo de uma semana, universitários de Santa Catarina vivenciaram o Legislativo no Estágio-Visita

 

Alunos são recepcionados pelo deputado Silvio Dreveck na vice-presidência da Alesc

Deputado recebeu estudantes na vice-presidência da Alesc.

“No modelo democrático, somente será possível melhorar a política com a maior participação e engajamento de todos”, responde o deputado Silvio Dreveck quando questionado sobre como qualificar a atividade política no Brasil. Com o objetivo de aproximar os estudantes do parlamento estadual, a Assembleia Legislativa promove o Programa Estágio-Visita.

Em sua segunda edição, a universitária de engenharia de computação do Instituto Federal Catarinense de São Bento do Sul, Milena Leite de Oliveira, e o estudante de Administração Pública da Udesc de Florianópolis, Mateus Oliveira, foram selecionados após um processo seletivo para acompanhar as atividades do deputado Silvio Dreveck.

Além das atividades programadas, os universitários conversaram por mais de uma hora com o deputado. Os questionamentos foram desde a importância da existência de partidos políticos e o cotidiano dos parlamentares até questões técnicas como a constitucionalidade de projetos em tramitação na Assembleia.

Ao longo de uma semana, 45 universitários de 31 municípios catarinenses tiveram a oportunidade de conhecer as atribuições do Parlamento e as atividades dos deputados no Estágio-Visita. “O Programa é uma oportunidade de aproximar e mostrar o funcionamento do Legislativo catarinense aos estudantes. Espero ver alguns destes alunos como deputados em um futuro próximo.”, disse Dreveck.

Reunião na Acirne busca aproximação com o setor produtivo

Deputado defende trabalho conjunto com entidades para aprimorar atividade legislativaDeputado Silvio Dreveck conversa com diretoria da Associação rio-negrinhense

Nesta segunda-feira, o deputado estadual Silvio Dreveck (Progressistas) visitou a Associação Empresarial de Rio Negrinho (Acirne). Em uma conversa com a presidente Eliete Adriani da Cruz, Dreveck destacou a importância de estreitar as relações entre as entidades de classe e o parlamento catarinense. “Quanto maior a aproximação, mais se constroem ideias e projetos bons para todos”, destacou.

Também estiveram presentes na reunião o 1º vice-presidente da Acirne Germano Basso Júnior e o consultor regional Adriano Hüebner A Associação rio-negrinhense comemora 40 anos de atividade em agosto de 2018.

 

Alesc realiza sessão solene em homenagem aos 121 anos de Campo Alegre

Deputado Silvio Dreveck, natural do município, presta homenagem aos 121 anos de Campo Alegre

Homenagem lotou o auditório da Câmara de Vereadores

Conhecida tanto como Paraíso da Serra quanto como Capital Catarinense da Ovelha, Campo Alegre – município de aproximadamente 12 mil habitantes, localizado na região Norte do estado – foi homenageado na noite desta quinta-feira (15) com uma sessão solene promovida pela Assembleia Legislativa, pela passagem dos seus 121 anos de emancipação política e administrativa.

A solenidade, realizada por solicitação do deputado Silvio Dreveck (PP), aconteceu no espaço cultural anexo à Câmara de Vereadores do município e reuniu lideranças políticas, empresários e representantes de entidades sociais da região.

Em seu discurso, Dreveck, que é natural do município, destacou o espírito ordeiro e trabalhador da população local e a pujança da sua economia, na qual se ressaltam os setores da agricultura, ovinocultura e indústria moveleira.

A cidade, que até o 18 de março de 1897 era um distrito de São Bento do Sul, também era inicialmente conhecida como Froeliches Feld pelos seus colonizadores alemães. A denominação, que na tradução para o português ficou Campo Alegre, fazia referência às belas paisagens naturais da localidade.

“Evidentemente que temos elementos mais que suficientes para fazer esse reconhecimento, que foi solicitado por este parlamentar e foi aprovado por todos os deputados da Assembleia Legislativa. Que as pessoas aqui citadas nesta noite, representem a todos os campo-alegrenses, que tanto enaltecem a nossa região e o nosso estado”, disse Dreveck.

Já o deputado Antonio Aguiar (MDB), destacou que Campo Alegre é atualmente a porta de entrada para o Planalto Norte e dona de um ar puro e uma qualidade de vida que contribuem para que seus habitantes tenham uma das expectativas de vida mais altas no país. O parlamentar, que é o autor da lei que oficializou a cidade como a capital catarinense da ovelha, também se disse orgulhoso por ter recebido, no ano de 2008, o título de cidadão campo-alegrense.

Falando em nome dos homenageados, Ocimar Deoclécio Baptista, que atuou como vereador de Campo Alegre entre 1989 e 1996, relembrou o trabalho conjunto que possibilitou o desenvolvimento da cidade. Ele destacou, entretanto, a contribuição de Therezinha Foitte, primeira mulher a ser eleita vereadora e a alcançar a presidência do Legislativo municipal. “Com o seu sorriso fácil, suas palavras que não deixavam dúvidas, o seu objetivo maior era diminuir sofrimentos e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Com ela aprendi que o objetivo maior da política é servir o próximo.”

Outro homenageado da noite, o prefeito de Campo Alegre, Rubens Blaszkowski, agradeceu a solenidade realizada pela Assembleia Legislativa e convidou todos os presentes a participarem da próxima edição da Festa Estadual da Ovelha, que acontece no município entre os dias 16 e 18 deste mês. “Nós, campo-alegrenses, nos sentimos muitos felizes por esta homenagem, que nos chega em um momento muito especial. Além do aniversário da cidade, celebrado no próximo dia 18, teremos a 20a Festa Estadual da Ovelha, da qual gostaríamos que todos vocês participassem, para torná-la ainda mais bonita.”

Homenageados
Na ocasião também foram homenageados com placas e certificados, pessoas e entidades que contribuíram com o desenvolvimento do município.

Rubens Blaszkowski, atual prefeito de Campo Alegre;
José Ernesto Froehner, prefeito de Campo Alegre entre 1983 e 1988;
Francisco Kohler, prefeito de Campo Alegre entre 1989 e 1992;
Manuel Rodriguez Del Olmo, prefeito de Campo Alegre entre 1997 e 2000;
Renato Bahr, prefeito de Campo Alegre entre 2001 e 2008;
Vilmar Grosskopf; prefeito de Campo Alegre entre 2009 e 2012 e vice-prefeito entre 2005 e 2008;
Therezinha Foitte, primeira mulher vereadora e presidente da Câmara Municipal de Campo Alegre;
Irmã Assumpta Brandalise; no ato representando o Hospital São Luiz;
Nisseto Telma, presidente da Cooperativa de Produtores de Erva Mate;
Eulália Dziedicz;
Manolo Del Olmo;
Ivo Romeu Pauli;
Luzia Cubas Munhoz;
Nédia Maria Scheffer;
Amaury Schwarz;
Antonio Hortz;
Donaldo de Souza Freitas;
Laurindo May;
Ocimar Deoclécio Baptista;
Veríssimo Telma;
Vilmar Meurer da Costa;
Romão Blaszkowski;
Jair Pedro Guidini;
Adili Drefhal (in memoriam), no ato representado pelo seu filho, Egon Drefhal

Veja a galeria de fotos clicando neste link e neste link

Texto de
Alexandre Back
Agência AL

Santa Catarina e os royalties do petróleo

Moção de autoria do deputado Silvio Dreveck pede celeridade do STF no julgamento da revisão das demarcações marítimas para que Santa Catarina receba royalties merecidos
Deputado Silvio Dreveck apresenta Moção encaminhada ao STF na tribuna da Assembleia Legislativa

Deputado apresenta Moção encaminhada ao STF

 

O deputado estadual Silvio Dreveck (Progressistas) encaminhou uma Moção de apelo para que o Supremo Tribunal Federal dê celeridade e prioridade no julgamento do processo que define um novo traçado de divisas marítimas, garantindo que os royalties do petróleo extraído em campos próximos à costa catarinense permaneçam em Santa Catarina.

Desde 1986, o estado de Santa Catarina demonstra contrariedade em relação às divisas marítimas estabelecidas pelo IBGE. Em 1991, o estado entrou na Justiça para que fosse definido o traçado correto das linhas de limites entre o estado do Paraná e Santa Catarina. Somente em 2017, após diversas audiências com lideranças catarinense, o ministro Luis Roberto Barroso entregou seu voto para que a matéria entrasse em pauta, o que ainda não ocorreu.

Ao justificar a Moção em plenário, o deputado Silvio Dreveck leu o artigo do deputado federal Esperidião Amin “Petróleo: Um novo Contestado?”, escrito em fevereiro. No texto, Amin afirma que 26 anos já se passaram desde que a ação foi iniciada. “Ao longo desse tempo, os primeiros poços foram explorados a partir da base operacional em Navegantes e Itajaí, sem o devido rendimento para nosso Estado.”, escreve Amin, ainda informando que a previsão para os próximos cinco anos é que estados e municípios recebam mais de R$ 50 bilhões em receita de royalties.

A Federação Catarinense de Municípios (Fecam) revela que os municípios também deixaram de arrecadar com o sistema atual. De acordo com cálculos da federação, de 2013 a 2016 as cidades deixaram de receber mais de R$ 143 milhões. “Não é justo que nosso povo catarinense não receba o que é de direito. Recursos que poderiam estar nos cofres do estado. Por isso faremos uma ação conjunta dos deputados estaduais e federais para que o julgamento aconteça e esta situação seja revertida”, afirmou o deputado Silvio Dreveck.

A Moção de apelo foi encaminhada à ministra Carmen Lucia, presidente do Supremo Tribunal Federal, ao ministro Luis Roberto Barroso, relator do processo, e aos demais ministros do STF.

Saiba mais sobre a questão neste link

Dreveck participa de reunião com o presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira

Dreveck cumpre agenda e encaminha reivindicações catarinenses em Brasília

Dreveck participa de reunião com o presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira

Comitiva catarinense é recebida pelo senador Ciro Nogueira

O deputado estadual Silvio Dreveck (Progressistas) cumpriu extenso roteiro em Brasília nesta terça-feira (13). Na agenda, o deputado encaminhou reivindicações catarinenses ao ministro da Saúde, Ricardo Barros e ao ministro da agricultura Blairo Maggi, além de conversar com o deputado Esperidião Amin, com a senadora Ana Amélia Lemos e com o presidente nacional do Progressisatas, senador Ciro Nogueira.

Esta é a primeira que Dreveck se reúne com lideranças nacionais do partido após ter assumido a presidência do Progressistas de Santa Catarina, em fevereiro. Com Ciro Nogueira, o deputado catarinense conversou sobre o cenário político e eleitoral que está se formando no estado, com uma aliança avançada entre os Progressistas, o PSD, o PSB e outros partidos, onde Esperidião Amin e Gelson Merisio são pré-candidatos ao governo.

Ao analisar o cenário federal, Nogueira afirmou que o Progressistas deve ser o maior partido da câmara dos deputados na próxima legislatura. De acordo com o senador, a expectativa é eleger mais de 60 parlamentares.

Confira as fotos da agenda

Silvio Dreveck é eleito presidente dos Progressistas catarinenses

Esperiçao Amin cumprimento o deputado Silvio Dreveck pela presidência do Progressistas

Deputado Silvio Dreveck assume a presidência do Progressistas catarinense. Foto: Luis Debiasi

O diretório estadual do Progressistas elegeu por unanimidade na manhã desta segunda-feira o deputado estadual Silvio Dreveck como seu novo presidente. O ato oficializou o acordo estabelecido entre Amin e Dreveck na convenção de agosto do ano passado para dividir o comando do partido.

Durante o evento, Dreveck convidou o deputado Esperidião Amin a colocar o nome como pré-candidato a governador pelo Progressistas. “Se olharmos a história catarinense, os governos exitosos tiveram o DNA do Progressistas e de partidos que poderão estar juntos novamente em 2018, a exemplo do PSD e do PSB. É o mesmo DNA. Nós, progressistas, temos propostas para fazer um governo diferente, uma Santa Catarina melhor, e também temos um nome para pré-candidato a governador: Esperidião Amin”, afirmou Dreveck.

“Estou pronto”, afirmou Amin, aceitando o convite. Em seu pronunciamento Amin chegou a lançar diretrizes de governo baseadas nos pilares de inovação tecnológica, transparência e modernização da gestão.

O deputado afirmou que é preciso acabar com o continuísmo, que, segundo ele, é prejudicial à democracia. Amin ainda defendeu a composição de alianças. “Nós podemos e devemos oferecer uma proposta de mudança responsável para Santa Catarina. Isso não pode ser monopólio de uma pessoa e nem mesmo de um partido.”, afirmou.

O presidente do PSD, deputado Gelson Merisio, esteve presente no evento. Merisio reafirmou a importância de se consolidar alianças. Para ele,  quem estiver em melhores condições deve ser o cabeça da chapa, citando o próprio nome, de Esperidião Amin e Paulo Bauer. “Eu e Esperidião estaremos juntos em 2018. Esta é uma afirmação pessoal e partidária.”, afirmou.

Confira as fotos do evento.

Dreveck apresenta na Acisbs um balanço das atividades

Dreveck apresenta balanço das atividades para empresários são-bentenses na Acisbs

Foto: Fabiane Costa

A Associação Empresarial de São Bento do Sul (Acisbs) recebeu nesta segunda-feira, 19, o deputado estadual Silvio Dreveck (Progressistas) para participar de mais uma edição do programa Diálogos Institucionais.

Em um auditório com empresários do município, Dreveck abordou as atividades desenvolvidas na Assembleia Legislativa. O deputado destacou a produção legislativa e medidas implantadas com o objetivo de economizar recursos ao longo de 2017, ano em que presidiu o parlamento estadual. “Avançamos muito neste ano. Foram mais de 400 matérias analisadas em plenário, além de colocarmos em votação 94 vetos que aguardavam deliberação, alguns desde 2013. Internamente, conseguimos adotar medidas de redução de custeio que resultaram em cerca de R$ 10 milhões de economia”, afirmou.

Entre os projetos aprovados no último ano, Dreveck citou o marco regulatório das Parcerias Público-Privadas (PPPs), a extinção de empresas públicas que já acumulavam mais de R$ 250 milhões de déficit, a renegociação das dívidas do Estado com a União, que garantiu que R$ 7 bilhões permanecessem nos cofres catarinenses, e o fim da aposentadoria dos ex-governadores.

Dreveck ainda citou das alterações aprovadas na previdência pública em Santa Catarina em 2015, período em que atuou como líder do governo na Alesc. Entre outros pontos, a reforma realizada em Santa Catarina limitou a aposentadoria dos servidores públicos ao teto da previdência geral. Os servidores que desejarem se aposentar com valores acima do teto devem pagar uma previdência complementar. “Uma medida que desonera os cofres públicos e possibilita maiores investimentos em áreas essenciais como segurança, saúde e educação.”, afirmou.

Economias na Alesc

As medidas de redução de custeio implantadas, como o corte de gratificações e a revisão de contratos com fornecedores, contribuíram para que a Alesc pudesse devolver R$ 85 milhões aos cofres do Estado em 2017, sendo R$ 50 milhões diretamente para o Executivo e R$ 35 milhões para o Tribunal de Justiça (TJSC) e para o Ministério Público Estadual (MPSC).

Dreveck aponta produção legislativa e economia de recursos como legados

Foto: Luis Gustavo Debiasi/AgênciaAL

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (5), o deputado Silvio Dreveck (PP) fez um balanço positivo do trabalho desenvolvido à frente da Presidência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Ele renunciará ao cargo na terça-feira (6), devido ao acordo de compartilhamento da Presidência da Alesc no biênio 2017-2019, que possibilitará ao deputado Aldo Schneider (PMDB), atual 1º vice-presidente, assumir o comando da Casa.

Dreveck destacou que a produção legislativa e a economia de recursos públicos foram seus principais legados no cargo. “Assumimos a Presidência no ano passado com o compromisso de reduzir o número de vetos em tramitação e votar os projetos de interesse do governo e da sociedade catarinenses. Avançamos bastante nessa questão”, relembrou.

O deputado apontou a aprovação de projetos importantes como o marco regulatório das Parcerias Público-Privadas (PPPs), a extinção de empresas públicas deficitárias, a renegociação das dívidas do Estado com a União e o fim da aposentadoria dos ex-governadores. Ao todo, foram 436 matérias votadas em plenário e 94 vetos apreciados.

Dreveck também elencou como ações relevantes de sua gestão as duas campanhas institucionais desenvolvidas pela Alesc durante sua gestão: a elaboração das cartilhas sobre os direitos das pessoas com câncer e das pessoas com deficiência, realizadas com o objetivo de esclarecer e orientar a população.

Economia
A devolução de R$ 85 milhões aos cofres do Estado foi outro ponto destacado pelo presidente. Desse montante, R$ 50 milhões foram diretamente para o Executivo e R$ 35 milhões para o Tribunal de Justiça (TJSC) e para o Ministério Público Estadual (MPSC), conforme estabelece lei aprovada em 2016 para compensar os repasses feitos pela Celesc ao FundoSocial em troca de compensações de ICMS.

A economia de R$ 85 milhões foi possível, segundo Dreveck, graças a medidas como corte de gratificações de servidores legislativos, revisão de contratos com prestadores de serviços e a mudança no modelo de contratação de seguranças da Alesc, entre outras ações.

Compra de imóvel
O deputado garantiu, durante a entrevista, que a compra de um imóvel pela Assembleia no valor de R$ 83 milhões representará, em médio e longo prazo, economia de recursos públicos. Dreveck lembrou que a Alesc paga anualmente R$ 2 milhões no aluguel de quatro imóveis. O novo prédio possibilitará a centralização dos setores administrativos do Legislativo, gerando mais economia e melhorando as condições de trabalho dos servidores.

“Tenho convicção que em época de crise você corta custeio, não investimento”, disse Dreveck. “Investimos num prédio que vai se valorizar, que ficará no patrimônio de Santa Catarina. O aluguel não tem retorno.”

O parlamentar ressaltou que a compra foi feita “com transparência, lisura e de acordo com a legislação”. Ele rebateu argumentos apresentados na imprensa que o Legislativo levará mais de 40 anos para recuperar o investimento. “Os prédios alugados terão seus aluguéis reajustados e esse custo aumentaria ano a ano”, exemplificou.

Dreveck também esclareceu que a Assembleia não pôde comprar o prédio da Faculdade Senac, ao lado do Palácio Barriga Verde, por questões legais. O imóvel foi avaliado em R$ 25 milhões e seria repassado para o Legislativo, segundo o deputado, em troca de outro prédio, avaliado em R$ 60 milhões. “Nós iríamos receber em prédio de R$ 25 milhões e teríamos que pagar R$ 60 milhões em outro. Isso seria um ato de improbidade”, esclareceu.

Parceria
O deputado deve ser eleito para a 1ª Vice-Presidência da Alesc nesta terça, cargo ocupado atualmente por Aldo Schneider, que assumirá a Presidência. Dreveck ressaltou que manteve uma relação harmoniosa pacífica com Aldo enquanto foi presidente, o que deve prosseguir na nova função. “Tenho certeza que continuaremos a ser grandes parceiros”, disse.

 

Marcelo Espinoza
Agência AL